Entenda como usar o Big Data para potencializar o negócio

Para muitos, Big Data é um termo nebuloso que invoca imagens de grandes fazendas de servidores trabalhando em uníssono. Mas grandes dados são muito mais amplos do que isso e estão ao alcance da sua empresa.

Entender melhor os clientes, tomar melhores decisões e aumentar a produtividade com os insights obtidos de dados estruturados, semiestruturados e não estruturados. Ao analisar imensas quantidades de dados que antes eram inacessíveis, você transforma sua cultura de negócios em uma que molda o futuro com a análise preditiva, em vez da visão em retrospecto.

Como usar o Big Data para obter melhores resultados? Continue lendo este artigo para descobrir.

Compreenda e segmente clientes

Essa é uma das formas mais populares de se usar Big Data nos dias de hoje. Aqui, dados são a ponte para entender melhor clientes, seus comportamentos e preferências.

As empresas interessadas em expandir seus conjuntos de dados tradicionais com dados de redes sociais, logs de navegadores e dados de sensores são as primeiras a obter uma imagem mais completa dos seus clientes.

Nos Estados Unidos, companhias como Target e Walmart já fazem isso para antecipar que produtos venderão com precisão. Imagine fazer isso no seu negócio? Com Big Data isso é possível.

Identifique tendências

Detectar e monitorar comportamentos nos possibilita acertar na previsão de onde as coisas estão indo e como a demanda de nossos produtos ou serviços mudará ao longo do tempo, permitindo até mesmo que apontemos o que estimulará essa mudança.

Se até recentemente a análise e a previsão de tendências eram uma questão de instinto, o Big Data reduziu drasticamente a proporção de “adivinhação” envolvida no processo.

Serviços como o Trend Hunter agrupam dados de tendências e usam-no para responder às perguntas específicas de empresas e o comportamento on e offline de clientes pode ser medido em detalhes. Esses dados são, então, comparados com informações externas para criar uma imagem perfeita do que as pessoas comprarão e quando.

Otimize processos de negócios

Identificar tendências é importante pois ajuda você a otimizar processos de negócios. Se varejistas podem prever e antecipar tendências com base em dados de redes sociais, tendências de busca no Google ou mesmo previsões meteorológicas, eles podem também otimizar seus estoques de acordo com essas previsões.

Com soluções visuais, como as do Power BI, transformar dados em Business Intelligence por meio de painéis visuais é bastante simples. A partir daí, tomar decisões também.

venda-recorrente-5

Responda com agilidade

Necessidades e prioridades do cliente estão sempre mudando e a tecnologia deve ser ágil o bastante para se ajustar a isso.

Com Big Data seu negócio funciona em tempo real e a sua capacidade de obter informações sobre a experiência e o comportamento dos clientes permite que você entenda o que está acontecendo em tempo real.

Conheça melhor a concorrência

No passado, entender seus competidores era algo limitado à procura de sites e lojas de rivais. Alguns de nós, em algum momento, podemos ter até chegado a fingir ser clientes para descobrir um pouco mais sobre os serviços de um concorrente. Entretanto, hoje você dificilmente precisa sair do lugar para saber o que a competição está fazendo.

Dados financeiros, aliados ao Google Trends, podem oferecer informações sobre a popularidade de uma marca ou produto, e as redes sociais também são um ótimo termômetro para isso. Verificar a concorrência e comparar-se, a fim de melhorar seus produtos e serviços, é muito mais fácil com Big Data.

Exemplos de uso de Big Data

Muitas empresas usam o Big Data para oferecer aos clientes produtos e serviços que eles estavam procurando. Um exemplo disso são as sugestões de sites de compras, e as recomendações de serviços como Netflix e Spotify.

O Big Data também pode ser usado para satisfazer os clientes de outras maneiras como, por exemplo, dando mais conforto a ele em situações incômodas. A companhia aérea Delta identificou que uma das maiores preocupações de seus clientes durante as viagens era com a bagagem. Com base nessa informação, criaram um recurso no aplicativo da companhia que ajuda os viajantes a rastrear suas malas, o Track My Bag.

A Microsoft também anunciou uma parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais para realizar pesquisas que podem ajudar a prever engarrafamentos com até uma hora de antecedência. O Projeto de Previsão de Trânsito usa dados como números históricos do departamento de transportes, câmeras nas ruas, mapas de trânsito do Bing e posts nas redes sociais.

A análise de Big Data também já foi utilizada para dar suporte a ações do governo. Durante a epidemia de gripe suína, uma equipe da Telefônica usou dados da rede de celulares para entender como as pessoas estavam se locomovendo durante o surto da doença. Suas descobertas ajudaram a validar ações do governo para combater a crise.

Ainda se perguntando como usar o Big Data em seus negócios? Continue aprendendo conosco. Baixe o Guia Definitivo para Gerar Insights Através de Dados e comece a se beneficiar do Big Data agora mesmo!


Thiago Carvalho